segunda-feira, 9 de julho de 2012

PULCHRUS HORIZONTINUM


Reclusas em meio a uma exuberante natureza; destinadas à produção manual de alimentos, roupas e peças em cerâmica; as monjas do Mosteiro de Nossa Senhora das Graças levam uma vida simples, pregando a espiritualidade, o amor à Liturgia e o desapego material. Ao ler isso muitos podem pensar que tais monjas vivem em um templo cravado no pico de uma longínqua montanha, esquecido pela modernidade... errado! O mosteiro em questão está acomodado no coração de uma metrópole com 5 milhões de habitantes, rodeado de grandes avenidas, ladeado por badalados bairros e espremido por arranha-céus residenciais e grandes empresas. Com mais de 60 anos de existência, o templo católico pertence à Congregação Beneditina do Brasil e realiza trabalhos que vão muito além dos afazeres domésticos das monjas, como tradução de livros seculares; tratamento e reimpressão de antigas obras de arte e confecção de paramentos litúrgicos. As monjas, que constantemente rezam missas em latim, estão sempre a disposição de turistas para guias espirituais e passeios pelo belo mosteiro-parque, que fica no bairro Vila Paris, no meio da perturbadora e instigante paisagem urbana de Belo Horizonte.

Grande abraço pra vocês e até amanhã!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog