segunda-feira, 27 de junho de 2016

VIOLÁCEO


Anoitecer na região da Floresta.

Charles Tôrres | Belo Horizonte, Brasil | 2013

FRIO DAS RUAS


A rua é o estúdio do fotógrafo documentarista urbano. Mas também o lugar onde ninguém quer estar quando faz frio.

Charles Tôrres | Contagem, Grande BH, Brasil | 2016

quinta-feira, 23 de junho de 2016

CICLISTAS BRASILEIROS


E seguem os ciclistas, cada vez mais encurralados entre carros, ônibus, prédios e viadutos, numa busca incansável por um estreito espaço nas ruas das grandes cidades brasileiras para percorrerem seus longínquos trajetos diários. Eu já fui um ciclista urbano e sei o quanto sofre a categoria.

Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua
facebook.com/CharlesTorresPhotographer
BOA NOITE, GRANDE METRÓPOLE DO MAIS BELO HORIZONTE


Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua
facebook.com/CharlesTorresPhotographer
O SOL QUE TOCA A URBE


Em meio a um grande engarrafamento percebi uma maravilhosa luz do sol penetrando a cidade, cobrindo os elementos urbanos com um alvor âmbar, banhando em ouro cada situação, transformando a urbe em pura poesia visual.

Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua

segunda-feira, 20 de junho de 2016

sábado, 18 de junho de 2016

HOMEM MÁQUINA


Dedico boa parte do meu tempo fotografando as andanças dos cidadãos por suas urbes,  em caminhadas à pé ou tomando trens metropolitanos que rasgam as cidades em poucos minutos. O elixir da fotografia de rua é a poesia visual do cotidiano, a imersão da rotina de cada ser humano no emaranhado de aço e concreto que compõe uma grande massa urbana. As cidades não são artificiais, elas são o resultado da forma instintiva do homem de se organizar em uma grande sociedade. Certa ou errada, ecológica ou não, uma cidade começa a ser formada num único traçado de caminho na terra crua. Direção, esquema, sistematização e arranjo comunitário = cidade. Nada mais natural, ainda que algumas sejam agressivas com a natureza. A boa cidade não é aquela que se integra com o meio ambiente. A boa cidade é aquela que faz parte dele! Esse é o ideal de nossas metrópoles, e, acredito eu, o futuro delas. Por isso, a fotografia de rua poderia, também, ser chamada de fotografia de natureza. A nossa natureza.

Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua | 2016
MINEIRÃO E INDEPENDÊNCIA


Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua

sexta-feira, 17 de junho de 2016

segunda-feira, 13 de junho de 2016

sexta-feira, 10 de junho de 2016

quarta-feira, 8 de junho de 2016

MIOLO


Grandioso e imponente Hipercentro!

@ Charles Tôrres | Belo Horizonte, Brasil | 2016
AS SENHORAS DE BELO HORIZONTE


As senhoras de Belo Horizonte andam por todo o Centro da cidade para buscar os menores preços de margarina nos mais longínquos supermercados.

As senhoras de Belo Horizonte fazem de tudo para agradar suas famílias, com fartos almoços de fim de semana e deliciosos cafés com quitutes nos fins de tarde.

As senhoras de Belo Horizonte são religiosas. São católicas, evangélicas, espíritas, e não perdem os rituais de suas respectivas igrejas nos finais de semana. Eventualmente frequentam em dias de semana também.

As senhoras de Belo Horizonte estão sempre cheias de sacolinhas. São remédios, receitas, margarinas, frutas frescas, sombrinhas, blusas de frio. Elas são apaixonadas por estas sacolinhas e sempre as guardam quando chegam em casa para poderem utilizá-las numa próxima saída.

As senhoras de Belo Horizonte adoram fazer caridade. Não perdem a chance de visitar um hospital carente, um asilo, uma creche para fazer doações.

As senhoras de Belo Horizonte são uma simpatia de gente! Conversam pelos cotovelos, mas como é bom escutá-las! Nos contam sobre a novela das oito, sobre a variação do preço do tomate em diferentes regiões da cidade, sobre as benfeitorias que o prefeito ficou devendo na rua do seu bairro, sobre o assalto que aconteceu na rua de cima, sobre o tio do primo do amigo do vizinho que morreu de câncer. Mas que tristeza...

As senhoras de Belo Horizonte cortam seus cabelos bem curtinhos após os 50 anos de idade. Não chega a ser uma regra, mas é bem comum.

As senhoras de Belo Horizonte conhecem todas as principais linhas de ônibus da cidade e sempre viram amigas dos motoristas e cobradores.

As senhoras de Belo Horizonte conhecem todos (todos!) os hospitais da cidade. Sabem a rua, o número, o CEP e até quais são os melhores médicos de cada instituição.

As senhoras de Belo Horizonte são apaixonadas por médicos. Os possuem como referência pessoal. Grandes e simpáticos sujeitos!

As senhoras de Belo Horizonte são super dedicadas aos seus afazeres diários até chegar o primeiro neto.  Quando isso acontece, elas são capazes de perder um dia inteiro em favor deles.

As senhoras de Belo Horizonte são exímias cozinheiras! O arroz com feijão é insuperável. O café, preto e forte como lhe convém. O bolo de fim de tarde cheira até nos bairros vizinhos.

As senhoras de Belo Horizonte possuem um olhar cativante, um sorriso meigo e um abraço que não dá vontade de largar nunca mais na vida.

Dedico essa postagem à minha finada avó, que foi uma típica senhora de BH, dessas senhorinhas lindas e cheias de charme. Uma mulher forte e incrível, que com todos os seus problemas, nunca aposentou seu carisma. Quando pequeno, eu sempre estava em sua companhia, batendo perna a tarde inteira pela região central da cidade, numa busca incansável pelos melhores preços. Quanta saudade...

@ Charles Tôrres | Fotógrafo de Rua

terça-feira, 7 de junho de 2016

BURITIS


Nossas colmeias estão cada vez maiores, mais iluminadas e mais interconectadas.

@ Charles Tôrres | Belo Horizonte, Brasil | 2016

segunda-feira, 6 de junho de 2016

sábado, 4 de junho de 2016

sexta-feira, 3 de junho de 2016

FRIO


E um maravilhoso friozinho vai invadindo Belo Horizonte, com dias chuvosos e promessas de queda brusca de temperatura a partir da semana que vem. Segundo meteorologistas, o frio em BH nesse inverno será o mais forte dos últimos 4 anos. Uma maravilha pra quem curte bons cafés, vinhos, caldos, chocolates, filme/pipoca/cobertor, ou sair pra passear agasalhado.

@ Charles Tôrres / Belo Horizonte, Brasil / 2016

Arquivo do blog