domingo, 8 de julho de 2012

É UM BELO HORIZONTE, É UMA FEBRE TERÇÃ


Com uma densidade demográfica absurda, beirando os 9 mil habitantes por km² (maior que a total de Tóquio), a região leste de Belo Horizonte caracteriza-se pelos bairros históricos e pela tradicional família mineira. É reduto boêmio e possui os mais icônicos bares e restaurantes da capital. Abriga o glorioso Estádio Independência, o qual foi palco, em 1950, da maior zebra da história das copas do mundo: Uruguai 8, Bolívia 0. A regional leste também foi o berço de grandes grupos da música mineira, como o Clube da Esquina, Skank e os metaleiros do Sepultura. Apesar de tantos rótulos, é a menor das regionais do município. Faz divisa com Sabará, apesar de não sabermos onde exatamente onde ficam tais divisas, tamanha a conurbação entre as áreas urbanas. Coisas de uma metrópole de 5 milhões de habitantes, cujo município sede fica numa ínfima área de 330km²...

Na imagem acima temos um pequeno pedaço das regiões Leste, Nordeste e ao fundo, Sul.

Abraços a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog