quinta-feira, 12 de julho de 2012


PAMPULHA AO CAIR DA NOITE




Há fases em nossas vidas que todos precisamos de renovação. Seja no visual, no espírito, no modo de pensar e agir. As vezes nos renovamos para encontrar uma paquera; para uma entrevista de emprego ou mesmo para ir na padaria. Mas existem momentos críticos da nossa existência que precisamos de uma renovação profunda em todos os aspectos. Ou nos renovamos ou decretamos a extinção do fogo que há dentro de todos nós. Tem gente que passa por tal metamorfose aos 30 anos de idade. Outros preferem deixar para os 60. Alguns se renovam aos 80. Independente do momento em que nos renovamos, a mudança costuma ser sempre extraordinária. Trocamos de pele, apagamos as cicatrizes, deixamos o passado para viver um glorioso futuro. E é por essa renovação que o Mineirão está passando nesse exato momento. Com cerca de 2700 operários trabalhando a todo vapor, o atual segundo maior estádio do país (e 29º do planeta) está sofrendo uma profunda transfiguração interna e externa para receber o maior evento esportivo que o Brasil já acomodou: A Copa do Mundo. O estádio, de quase cinquenta anos de idade, recebeu posição de destaque no evento e figurará entre os três mais importantes palcos do tão aguardado espetáculo quadrienal. Que venha outros cinquenta recheados de grandes conquistas para um dos maiores orgulhos de Minas Gerais.

Grande abraço à todos!

2 comentários:

  1. Parabéns Charles Tôrres pela qualidade do trabalho! Fotos maravilhosas acompanhadas de uma crônica da cidade. Estou apostando neste trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geraldo! Obrigado por apreciar. Você é de BH também?

      Excluir

Arquivo do blog