sábado, 21 de julho de 2012

ALUGA-SE ANDAR CORRIDO


No Centro de Belo Horizonte percebemos o quanto as pessoas nos dias de hoje andam com pressa. Muita pressa! No coração comercial e financeiro da metrópole das alterosas nos esquecemos que estamos num estado conhecido nacionalmente por sua atmosfera bucólica e interiorana. O vai e vem é intenso... e não é pra menos. Com milhares de restaurantes, bancos, lojas, escritórios, empresas e alguns shoppings, o Hipercentro é a principal região da cidade. De lá o cidadão belo-horizontino pode "tomar" seu ônibus ou metrô pra qualquer zona da urbe, sem exceção. Alguns poucos minutos que passamos pelo centro já são o suficiente pra nos deixar um pouco transtornados e cansados, especialmente pessoas (como eu) que costumam ir pouco ao lugar. Apesar disso, em minha opinião, é a melhor região da cidade! Lá tem tudo, pra qualquer tipo, gosto ou situação. Os grandes museus da metrópole ficam no Centro... os maiores espaços culturais também. Além de excelentes cafés, pubs, teatros e cinemas. Para os turistas, é parada obrigatória. Não tem lugar melhor na cidade para conhecermos o espírito de Belo Horizonte e seus habitantes.

Grande abraço pra vocês e tenham um ótimo domingo!

4 comentários:

  1. Andar pelo centro para mim (uma brasiliense) é sempre uma aventura e um show de cores, movimento, sabores... Muito bonita sua foto, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, meu bem! Realmente, para nós que viemos de Brasília, o Centro de BH é um poço de encantos, encontros, desencontros, euforias e muitas surpresas. Para os acostumados, não passa de uma plataforma para sua travessia diária. O Centro de BH é um dos locais mais cosmopolitas e dinâmicos do Brasil.

      Excluir
  2. E é interessante observar o que outrora era o "Centro", vem sofrendo mutações em decorrência do advento de outros "centros" comerciais regionalizados. Futuramente, creio eu, será o "centro" das atenções culturais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acredito nisso. Além do mais, os outros centros comerciais aos poucos vão se fundindo com o hipercentro de forma não haver mais limites ou denominações distintas. A Savassi, assim como a região da Assembléia, o Lourdes, os hospitais e o alto da Afonso Pena formam junto com o Centro um único downtown... o coração comercial, financeiro, gastronômico e cultural de toda metrópole.

      Excluir

Arquivo do blog