domingo, 20 de outubro de 2013

A CASA VERDE DE TATZU NICHI


Eis que, dirigindo sobre o Elevado Leste, indo para a Av. Antônio Carlos, fui pego de surpresa por uma casinha em cima de uma chaminé que avistei em meio à perturbação urbana típica do Centro de Belo Horizonte. Incomum e intrigante, a obra intitulada “A Correnteza de Modernização” foi concebida pelo artista japonês Tatzu Nishi e faz parte do projeto BHÁsia, movimento artístico que levou instalações gigantescas aos locais emblemáticos da metrópole mineira, criadas por artistas asiáticos renomados: os chineses Zhang Huan e Jennifer Wen Ma; o indiano Subodh Gupta e o japonês Tatzu Nishi. Eles conceberam para o evento, respectivamente, uma ilha artificial, um barco gigante, uma urna ancestral e a pequena casa verde em cima de uma chaminé que vemos na foto acima. Claro que não podia deixar de registrar tal singularidade. Eu e minha esposa mudamos rapidamente nossa rota e fomos à Praça Boca do Túnel (da qual se tem uma vista privilegiada para a região onde está instalada a peça artística) para produzirmos a fotografia. Durante a semana vamos tentar visitar as outras instalações. Aguardem novidades!

Tenham uma excelente semana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog