sexta-feira, 12 de outubro de 2012

ZONA OESTE II

(foto feita com uma Leica de 1952)

A fotografia é uma experiência fascinante. Depois da música, é o estilo artístico que mais me seduz. Quem bem utiliza a técnica é capaz de transmutar os ambientes e elevar o motivo fotografado à um nível mágico, sublime. Ele congela o espaço e eterniza a atmosfera de forma conseguirmos penetrarmos na imagem e sentir aguçadamente toda a plangência e o regozijo do retrato apresentado. Ainda que muitos questionem, a principal ferramenta do fotógrafo é o seu olho. A essência do olhar fotográfico é exaustivamente discutida desde que o homem resolveu representar sua vida graficamente. Existem centenas de obras literárias a cerca do assunto, mas não há conclusões palpáveis, apenas teorias. O olhar e a percepção dos momentos fazem do fotógrafo um artista de condições plenas e capacitadas. As câmeras fotográficas e suas lentes são as ferramentas de trabalho deste obreiro gráfico; e determinados modelos são os próprios elixires desde maravilhoso instrumento, como é o caso da Leica IIIf 1952, câmera que eu portava ao conseguir a fotografia acima. Usei sua lente nativa, uma 50mm f2.0, e um filme simples de ISO 200. É quase o mesmo ângulo da foto de ontem, divergidas apenas pelo dia e pelo equipamento utilizado. Uma boa câmera é tão essencial para o fotógrafo como um Stradivarius é importante para um violinista, mas não podemos esquecer de que nada vale uma boa máquina nas mãos se não conseguimos desenvolver um olhar à altura. Os músicos requerem instrumentos musicais finos, com madeiras de lei, metais puros e cordas uniformes para extraírem o mais cristalino som de seus aparelhos. Da mesma forma, os fotógrafos dão preferência às câmeras com os mais largos sensores e às mais claras e nítidas lentes a fim de extorquir a mais virgem das fotografias. Mas, assim como um bom músico tira música até de uma caixa de fósforo, um bom fotógrafo com um olhar bem desenvolvido consegue belos ensaios com equipamentos que vão de câmeras de celular à pinholes bem fabricadas. Fica a minha dica pra quem está começando. Não importa o motivo, não importa o equipamento. Desenvolva seu olhar e mergulhe nesse maravilhoso mundo fotográfico. É das mais sensacionais experiências!

Tenham um ótimo fim de semana e... fotografem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog