quinta-feira, 18 de outubro de 2012

PERSONAGEM DA SEMANA: O MENSAGEIRO DE NEVES


Acompanhar Lourival Mansueto Neto em sua rotina de trabalho não é tarefa fácil. Vestindo calça jeans, camisa social e uma jaqueta de couro impermeável recheada de profícuos apetrechos, o homem, que é Oficial de Justiça, percorre pelas ruas do Distrito de Veneza, em Ribeirão das Neves, a fim de cumprir sua tabela de mandados de diligência que lhe é fornecida no tribunal da região. “Ser Oficial de Justiça é nobre. O oficial é conhecido como o longa manus. Ele é a personificação da justiça fora dos tribunais”, conta, orgulhoso. Apesar de trabalhar em uma região da Grande BH conhecida por ser bastante perigosa, Lourival não troca sua zona de trabalho por nenhuma outra na cidade - e diz que o maior risco que corre atuando é o trânsito que enfrenta semanalmente, haja visto que sua regional de trabalho fica a trinta quilômetros de sua residência e se acomoda na beira de uma das mais perigosas rodovias que rasgam a metrópole, a BR-040. Munido de uma inteligente mochila recheada de proveitosos utensílios - onde guarda seus mandados, escova de dente, pendrive e outras ferramentas de trabalho - Lourival atua no ramo há seis anos e diz não ter vontade de deixar a profissão. "Gosto de representar a justiça. A profissão possibilita ter outras ocupações e hobbys, pois posso fazer meu horário conforme o número de mandados que tenho à cumprir". Apesar dos riscos, o oficial prefere trabalhar de motocicleta. O tribunal não fornece um automóvel para a função e os oficiais precisam cumprir seus afazeres com seus próprios veículos. Por conta disso, Lourival optou pelo uso da moto, devido à mobilidade e a economia que o veículo proporciona, especialmente por se tratar de uma região de relevo acidentado e asfalto precário. Além disso, o oficial conta que muitas vezes passou por situações desgostosas, dado o teor embaraçoso que é intimar um cidadão. Certa vez, se emocionou ao ver uma família sobre os escombros de sua própria casa, após uma intimação de reintegração de posse. Apesar das dificuldades, o oficial tem um enorme respeito por Ribeirão das Neves. "Ribeirão do meu coração", apelidou carinhosamente o município. Lourival diz que enxerga em Neves um povo trabalhador; reduto de pessoas simples e humildes que estão passando por um processo de crescimento da dignidade; cidadãos que estão rapidamente se inserindo em classes sociais mais abastadas com o crescimento e expansão comercial do local. Segundo ele, Ribeirão das Neves representa o crescimento do próprio Brasil. Ele estima que dentro de dez anos, Neves terá uma identidade; e se destacará na Região Metropolitana de Belo Horizonte como um lugar que venceu as diferenças e dificuldades. “Sinto felicidade em viver Neves e carinho por Ribeirão; graças ao meu trabalho eu sou o que sou hoje", conclui.

- Charles Tôrres

Um comentário:

  1. Seu blog é como um bom livro, a cada nova página - no seu caso a cada novo post - uma nova emoção. Estou ansiosa para o próximo personagem, apesar de já saber quem é. A arte nos permite rever conceitos e enxergar novos olhares sobre temas muitas vezes batidos e o bacana do seu trabalho é justamente isso, você sempre nos traz um olhar novo sobre temas corriqueiros. Gosto de enxergar sob suas lentes! Continue, continue...

    ResponderExcluir

Arquivo do blog