segunda-feira, 10 de setembro de 2012

SIMPLICIDADE


"O mineiro por si só já é engraçado. Tem essa coisa do matuto, do caipira, mas é inteligente, é esperto, é observador. E isso é muito importante, porque, observando, a gente sempre tira piada. E esse ambiente de bar, de prosear, contar histórias sempre sai coisa boa. (...) Eu adoro Belo Horizonte. Eu não a troco por nada. E olha que já viajamos bastante. Quanto mais longe a gente vai, mais saudade eu tenho daqui. Acho o povo bonito, adoro a comida daqui, acho fácil de andar, é tudo perto e, ao mesmo tempo, tem tudo que uma metrópole deve ter. O povo é acolhedor demais. Eu já fui produtor de vários festivais internacionais de teatro e recebi companhias de toda parte do mundo. Eles ficavam impressionados com a receptividade do mineiro. E eu tinha o maior orgulho disso, porque essas companhias se apresentavam no Brasil todo, mas achavam BH especial."

Caju e Totonho, em trecho de entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog