quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

ANIL DOCE


E o céu vai desobstruindo-se nas entranhas das edificações belo-horizontinas, deixando rastros suaves nas oblíquas linhas serranas, memorados pelo clique de minha câmera aflita, num ato harmônico da relação natureza - homem - urbe.

© Charles Tôrres / BH - Uma Foto por Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog