quinta-feira, 20 de junho de 2013

O TREM QUE RASGA O LESTE - II


Quem frequenta ou mora na Zona Leste, Sabará ou Caetés, convive diariamente com o constante ir e vir dos trens que cortam a regional. São várias composições transitando pelas ferrovias praticamente o tempo todo. Não apenas na região leste, como em toda a metrópole, já que a Região Metropolitana de Belo Horizonte é o mais importante entroncamento ferroviário do país, pois as linhas que ferem as entranhas da urbe ligam todas as regiões do Brasil, de norte à sul e de leste à oeste. O fluxo constante se deve à grande massa industrial existente na cidade, especialmente em Contagem, Betim e no Barreiro. São trens que vão carregados de grãos, aço, ferro, alumínio e metais processados; além do comboio de passageiros que percorre a EFVM - Estrada de Ferro Vitória Minas, o qual sai diariamente da Estação Central em BH rumo à Cariacica, na Região Metropolitana de Vitória. Isso sem falar no Metrô, que conta com aproximadamente 30km de extensão e está prestes a ser ampliado. Como podem observar, o trem, que é um dos mais icônicos símbolos de Minas Gerais, não deixa de estar presente no dia-a-dia dos cidadãos da Grande BH.

Tenham uma ótima noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog