segunda-feira, 17 de junho de 2013

E A MOBILIZAÇÃO CONTINUA


Milhares de cidadãos se reuniram outra vez em Belo Horizonte para mais um dia de protestos. O primeiro grupo saiu do Centro no meio da tarde, rumo ao Mineirão, em uma marcha jamais vista antes na cidade. Atravessaram cerca de dez quilômetros na Avenida Antônio Carlos, ganhando adeptos a medida que iam se aproximando do estádio. Foram cerca de 50 mil manifestantes, segundo fontes organizadoras. Entre paus e rochas, nossa hegemonia pacífica foi quebrada e a ilustríssima Polícia Militar de Minas Gerais, quando atiraram a primeira pedra, ou melhor, a primeira bomba de gás lacrimogênio. Por ora, câmeras de repórteres foram quebradas, celulares jogados ao chão e muitos feridos na Pampulha, sendo que nenhum manifestante conseguiu chegar ao coliseu futebolístico mineiro. E agora a noite, outro aglomerado parou o trânsito das principais avenidas da região central da cidade. Isso sem contar as grandes metrópoles do Brasil, que em consonância com Belo Horizonte, lutam por um país mais justo...

Tenham uma excelente... revolução!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog