quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ESPLENDOR


E o grande astro solar adormece em mais uma agitada quarta-feira na poderosa metrópole do mais cativante panorama. Belo Horizonte possui um nome privilegiado, pois explica nele próprio a sua origem. Não temos o nome de um santo conhecido; nem de um político famoso; de um rio; e muito menos de origem indígena, como outras cidades. Temos um nome sugestivo, que de cara explicita o perfil de uma urbe que soma quase 6 milhões de habitantes em toda a mancha urbana. Viva a capital de Minas Gerais e seus infinitos horizontes.

- Charles Tôrres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog