segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O SOM DO CENTRO


Zunidos infinitos, barulhos constantes, motores, trens, helicópteros, motocicletas, sapateados, burburinhos vocais, espirros da época, apitos corretivos, zangados, amáveis, freadas, construções, marteladas, alarmes, sirenes... até que o doce som de um violoncelo parece emudecer todo o ruído citadino como num passe de mágica.

Tenham uma excelente noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog