quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

O POR DO SOL NA CIDADE INDUSTRIAL


Contando com quase 700 mil habitantes, ela pulsa, produz, fabrica, manufatura, funde, queima, seleciona, congela, monta, derrete, torneia... transforma! Estamos em Contagem, segundo município mais importante da metrópole e o principal da zona industrial da Grande BH. Situando-se no meio-oeste da cidade, Contagem é a região que mais contribuiu (e continua contribuindo) para o título que leva a Região Metropolitana de Belo Horizonte de segundo maior polo industrial do país. São milhares de indústrias, que vão desde a produção de alimentos, como a Vilma, à fabricação de locomotivas, tal qual a General Electric, passando por indústrias têxteis, químicas, farmacêuticas, mecânicas, automobilísticas, siderúrgicas, metalúrgicas, dentre outras. Por se encontrar no miolo da massa urbana e ser absurdamente conurbada em todos os seus vetores, a região recebe um pesado tráfego de veículos diariamente, especialmente de caminhões carregados com centenas de toneladas de produtos que acabaram de sair da usinagem. O perfil urbano-industrial da região deixou suas marcas na formação da paisagem urbana, na cultura e na personalidade do povo de Contagem, especialmente pelo caráter trabalhador e resistente de sua gente. Foi o polo principal da greve metalúrgica de 1968, um dos maiores emblemas nacionais da resistência ao regime militar. O por do sol mais lindo da Grande BH acontece na direção da Cidade Industrial, principal bairro do município. Também pudera, ele fica no lado oeste da metrópole, exatamente na rota do sol em seu momento poente. É um tanto comum vermos essa cena ao passarmos pelo Anel Rodoviário, que conta com certa elevação em algum de seus pontos. Quem ainda não viu, fica a dica!

Tenham uma ótima noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog