terça-feira, 9 de abril de 2013

JOGO


Expressão é o sentimento de ordem. Dirigimos nossos algozes ao campo adversário, alimentando nosso terreno com resguardos. O ataque representa o momento de travar o auxílio fotossintético ambiental, retirar o olhar aguçado das vistas oponentes e concluir a conduta com o arrasto dinâmico dos peões, seguido de endireitamento vertebral...

Essa é a rotina dos tradicionais jogadores de damas do hipercentro da cidade. São centenas, talvez milhares de proprietários da terceira idade que diariamente perambulam pelas quadras que circundam a Praça Sete. Encontramos eles disputando partidas no nível térreo do antigo prédio do BEMGE, tomando cafés frescos no tradicional Café Nice e jogando conversa fora sentados nos diversos bancos do quarteirão fechado da rua Rio de Janeiro. Em sua grande maioria, os senhores são aposentados e antigos moradores do Centro, de uma época em que lá eles trabalhavam e viviam suas vidas de maneira provinciana e tranquila. Observo no olhar deles o saudosismo por um tempo que se foi, como é comum nessa idade. A atmosfera nostálgica se dá provavelmente pelo fato de não termos mais o bucolismo de outrora, em uma cidade que cresceu explosivamente nos últimos cinquenta anos.

Um abraço pra vocês e até amanhã.

4 comentários:

  1. Meu caro, você não acha que está exagerando no HDR não? As fotos ficam saturadíssimas, não têm um equilíbrio de cores, de luz e sombra, um assunto bem definido.
    Qual é o objetivo? a foto, o contexto? se é o contexto, pelo que eu percebo através do texto, onde tamanha saturação se coloca?
    Quem sabe não seria bom trocar a foto diária por um estudo mais aprofundado do objeto que se quer fotografar? Nem sempre temos assunto pra tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, você já se preocupou em dar uma olhada nas outras fotografias do projeto? Não? Então sugiro que pesquise mais sobre meu trabalho antes de sair por aí fazendo críticas vazias. Mexo com fotografia há dez anos, essa foto foi um estudo que fiz há uns três anos, quando ainda estava aprendendo sobre HDR.

      www.estudiometropole.com
      www.bhumafotopordia.com

      Excluir
  2. Olá Charles. Sim, já vi várias fotos suas, acompanho este blog há algum tempo, e percebi que várias, praticamente todas as coloridas, abusam do HDR, ficando muito saturadas. Não acho que as críticas são vazias, estou apenas te dando um toque.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tiago,

      Eu aceito criticas sim, não vejo problema com elas. Mas é sobre o HDR que você se engana. Eu uso pouco o HDR. Aliás, das últimas dez ou vinte fotos, só mesmo essa dos jogadores de damas que foi HDR (que foi uma brincadeira de três anos atrás). Quase todas as outras foram edições no lightroom. Uso HDR somente quando as edições no LR não dão conta de uniformizar a dinâmica das cores e cinzas da foto... mas isso está cada vez mais raro.

      Quanto à saturação, acho que cada um tem seu estilo, sabe? BH é uma cidade muito cinza... tem prédio demais e as fotografias mais bacanas são as de por do sol, que dá uma colorida na atmosfera. Fora isso, a cidade não tem cores vivas. E como o meu projeto é um trabalho artístico, gosto de "florear" um pouco as imagens. Não vejo problema com isso - e nem meus clientes. Já vendi algumas fotos pra várias revistas, emissoras de TV, agências de publicidade. Aliás, algumas fotos minhas aparecem diariamente em jornais da Record, compondo o fundo da sala dos apresentadores. A foto do jeito que ela aparece aqui!

      Outro dia um fotógrafo veio me criticar por eu não ter alinhado os prédios dessa foto: http://img854.imageshack.us/img854/3739/bh197.jpg. Eles ficaram inclinados, por conta da distorção da lente... achei o pedido um tanto retrógrada. Estamos no século XXI, a fotografia está tomando outros rumos... é antiquado demais ficar se preocupando com alinhamento de edifícios em determinadas fotografias, não acha? Existem fotos e fotos, situações e situações. As linhas dos prédios da foto que vou postar hoje (poderá conferi-la mais tarde) foi ajustada no lightroom. Mas as da foto que citei acima, não vi necessidade. Achei até interessante o aspecto de projeção que os prédios tomaram... Cada fotógrafo tem seu estilo e não há um manual de como se fotografar melhor. Travaria a criatividade!

      Enfim, é isso. Entendo seu ponto de vista, mas entendo também que cada um faz do seu jeito. E o meu jeito de fotografar, além de ser bastante elogiado pela crítica especializada (e também por amadores), tem muita liquidez comercial.

      De qualquer forma, obrigado pelo 'toque'. Depois curta a fanpage do projeto no facebook: https://www.facebook.com/BhUmaFotoPorDia?ref=hl

      Grande abraço.

      Excluir

Arquivo do blog