domingo, 27 de janeiro de 2013

GÓTICO


Inaugurado em 1914, o edifício que acomoda hoje o Centro de Cultura Belo Horizonte é um marco na história da arquitetura na cidade. O prédio neogótico, em estilo manuelino, se destaca por entre os arranha-céus da região central da metrópole, tamanha sua  imponência e magnitude. Em seus quase cem anos de vida, acomodou importantes órgãos históricos e culturais, como o Conselho Deliberativo Municipal; uma Biblioteca Pública; a primeira rádio da cidade (a Rádio Mineira); a Escola de Arquitetura da UFMG; a Câmara Municipal; e por último, o Museu de Mineralogia, o qual hoje se encontra na Praça da Liberdade. Atualmente, como já foi dito, ele sedia um centro cultural, cujas acomodações são dotadas de biblioteca (a qual possui acervo enfocado em obras sobre artes, cultura e humanidades); hemeroteca (coleção de jornais e revistas); salão de leitura; galeria para exposições; auditório; terminais de computador com acesso gratuito à internet; dentre outras conveniências. Lá são executados diariamente debates temáticos, exposições artísticas e mostras de audiovisual. Sem dúvida um dos mais interessantes edifícios históricos de Belo Horizonte; tanto pelo seu conteúdo, quanto pelo seu patrimônio arquitetônico.

Tenham uma ótima semana!

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então... manuelino é uma ramificação do neogótico, e eu deixei isso claro no texto.

      Excluir

Arquivo do blog