sábado, 20 de dezembro de 2014

ESTACIONAMENTO DE BONDES


Alternativo, sujo, elegante, enorme, fino, clássico, concreto. O tradicional e esquecido Mercado Novo ganha apelido de Mercado das Borboletas e se transforma em um agitado espaço de cultura de Belo Horizonte. Projetado e idealizado na década de 1950 para ser um moderno estacionamento de bondes (na ocasião o maior do país), o lugar falhou em seu objetivo inicial quando retiraram os trens de rua de Belo Horizonte em 1965. Depois disso, ele se transformou em um mercado municipal, mas por mais de 40 anos o local ficou esquecido, à sombra do Mercado Central, vizinho intimidador que acaba recebendo maior atenção pelo seu perfil turístico, tanto de moradores quanto de visitantes de Belo Horizonte. Mas esta história está mudando: desde 2010, o Mercado das Borboletas, -eclético projeto cultural que funciona no terceiro andar da construção localizada na avenida Olegário Maciel, no Hipercentro de Belo Horizonte - tem atraído um dos públicos mais diversos da noite belo-horizontina para festas, shows, exposições e eventos; sempre com uma pegada mais alternativa e versátil. E foi lá que o Estúdio Metrópole Escola de Fotografia expôs os trabalhos dos alunos no último trimestre de 2014, encerrando hoje a maravilhosa exposição.

- Charles Tôrres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog