segunda-feira, 21 de abril de 2014

BH FUNK FIBER


Poucos sabem, mas o estilo musical denominado "Funk", originalmente, pouco tem a ver com o Funk Carioca, amplamente difundido no Brasil. O Funk de raiz, genuíno, nasceu nos Estados Unidos, na década de 60, mesclando a base do Rhythm and Blues com a improvisação do Jazz e a linha melódica do Soul. A ideia era criar um estilo dançante e percussivo, marcado e sincopado, que facilitaria a diversidade de passos e sincronismo em uma única dança, contrapondo-se com o rock, que é menos dinâmico instrumentalmente e mais compassado. O Funk tira o destaque da melodia e enfatiza o ritmo, fazendo com que todos os instrumentos musicais sejam acentuadamente percussivos, especialmente o contra-baixo. Deixando os detalhes técnico-musicais de lado, é fato que o Funk é um dos estilos mais pluralizados que existe, além de ser muito contagiante (vide James Brown). Em Belo Horizonte o movimento Funk/Soul começou no início da década de 70, nas casas de baile da cidade. E, como não poderia deixar de ser, o belo-horizontino tomou gosto pela coisa. Hoje a cidade tem a maior cultura do Soul Music do país, contando com bailes de encher os olhos, como o Baile da Saudade (acomodado atualmente pelo Espaço 104) e o Quarteirão do Soul, que acontece na Praça Sete todos os domingos, como é o caso da fotografia acima. Ontem a noite a Praça Sete estava animadíssima! Vi até um grupo de chineses fazendo passinhos de Soul pra lá de divertidos. Infelizmente não consegui fotografá-los, pois não portava minha câmera no momento, podendo-me utilizar apenas da câmera do telefone celular. Mas em muito breve quero voltar ao local, afim de fazer mais fotografias desse belíssimo movimento.

Tenham uma ótima noite!

Um comentário:

Arquivo do blog