quinta-feira, 27 de março de 2014

O ACASO TOPOGRÁFICO


A topografia acidentada de Belo Horizonte, para muitos, é um dificultador; uma característica contemptível. Mas pra mim, tal fato é uma das maiores graças da cidade, pois não temos uma metrópole que é grande apenas na horizontal, como também na vertical. Como se já não bastasse a infinidade de edifícios de alta estatura, temos uma variação de altura do relevo na área urbana que vai de 650 metros até os 1350 metros acima do nível do mar, circunstância que faz das ruas de BH constantes mirantes. É interessante também notar a variação climática na metrópole, efetuada graças à referida instabilidade nas depressões do solo; fazendo com que, num mesmo dia, possamos sentir temperaturas singulares em várias regiões da urbe: saindo do Centro, por exemplo, num calor de 25º, chegando à Avenida Raja Gabáglia (onde fiz a fotografia acima), nos 19º. É a diversidade da capital mineira se exibindo em todas as suas atmosferas.

Tenham uma excelente noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog