segunda-feira, 24 de março de 2014

MAP


Anteontem as chuvas tomaram a paisagem da linda Pampulha, criando uma atmosfera fotográfica sobre o MAP pra lá de interessante. Desenhado por Oscar Niemeyer, o Museu de Arte da Pampulha integra-se ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha e possui acervo com importantes obras da arte contemporânea brasileira, enfocando tendências artísticas variadas em mostras, pesquisa e conceituação. É um dos pontos turísticos mais famosos da Pampulha. Mas nem sempre ele foi museu. Na verdade, seu projeto atual visava a criação de um enorme Cassino, para ser referência em todo o país. E não deu noutra! Logo após ser inaugurado, ainda na década de 1940, o local passou a atrair jogadores de todo o Brasil, transformando a vida noturna do lado norte de Belo Horizonte, movimentando uma região que  ainda não era tão povoada. Os tempos de glória do Cassino da Pampulha duraram pouco e em 30 de abril de 1946, durante o governo do General Gaspar Dutra, o jogo foi proibido em todo o Brasil. Passou a funcionar como museu em 1957, quando era conhecido como "Palácio de Cristal". O MAP possui ainda jardins desenhados por Burle Marx, os quais são decorados por três esculturas, uma de cada artista: Ceschiatti, Zamoyski e José Pedrosa. Desde a reforma de 1996, suas instalações possuem biblioteca, loja de souvenirs, café e salas de multimídia. O MAP possui um acervo de 1.600 obras , dentre elas, mostras da Arte Contemporânea brasileira, que enfocam variadas tendências artísticas. 

Tenham uma excelente noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog