segunda-feira, 18 de novembro de 2013

GUERRA E PAZ - PORTINARI


No penúltimo fim de semana eu tive o prazer de visitar, em companhia de minha esposa, uma das mais belas exposições que vi em minha vida: Guerra e Paz, de Cândido Portinari, que está sendo exibida no Cine Theatro Brasil, no Hipercentro de Belo Horizonte. Arrisco dizer, com veemência, que foi a exposição mais bem estruturada que eu já visitei. Já fui à exposições cujos artistas produziram obras que me chamam mais a atenção, como Anish Kapoor ou Sebastião Salgado, mas nunca vi nada tão bem apresentado como a exposição do referido artista brodosquiano. Tudo muito interativo, muito bem explicado e muito imponente. As obras são numerosas, dos esboços às telas finais; e estão expostas ao longo de quatro andares inteiros do Cine Theatro Brasil. As duas principais peças são as obras Guerra e Paz, mostradas na fotografia acima, sendo que cada uma delas mede 14 metros de altura. As demais são rascunhos e croquis que o artista esboçou antes de pintar, de uma vez por todas, as duas gigantescas telas. Duas grandes pinturas que exaltam a astúcia artística de Candinho (como era chamado), que nos faz ficar hipnotizados pela sua imponência e por seu conteúdo que ao mesmo tempo choca e cativa. Ambas as telas formam uma única série, e foi encomendada na década de 50 para decorar a sede da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque. As peças vieram direto da ONU para essa turnê pelo Brasil, passando por Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, ficando expostas até o dia 24 deste mês, seguindo para Paris após essa data para uma breve mostra na capital francesa antes de voltar definitivamente para suas acomodações na grande metrópole americana. Para quem ainda não foi, fica a dica!

Abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog