terça-feira, 9 de junho de 2015

EQUILÍBRIO DIAGONAL


Fotografar é bailar os horizontes no compasso dos seus anseios artísticos. É brincar com as perspectivas e produzir o novo sobre o corriqueiro. É embater regras, criar preceitos, seguir trajetórias e desconstruir mandamentos. Fotografar é colocar no quadro um mundo desenquadrado, uma perspectiva imune aos frames, um instante que flerta apenas com o olhar do fotógrafo, que enamora a tensão do respirar e goza ao som do disparador da câmera. Fotografar é se emocionar potencialmente com a forma que a luz penetra a superfície. É se jogar ao mundo e se deliciar com o que mais lhe dá prazer, congelar os instantes preciosos da existência. Fotografar é subjetivar a vida.

- Charles Tôrres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog