sábado, 11 de maio de 2013

O BÊBADO EQUILIBRISTA


Nada mais poético para representar a cena que vivi hoje, ao lado de minha esposa, Lígia Tôrres, no Viaduto Santa Tereza. Andávamos sobre o elevado, em direção à Sapucaí; e eis que surge um cidadão, que há pouco "chapou os melão", nos dizendo que atravessaria os arcos mantenedores da via elevada, mesmo na situação fora de centro na qual se encontrava. A partir disso, Elis Regina e sua simbólica canção, configura melhor que ninguém tal encantadora situação...


"Caía a tarde feito um viaduto...
E um bêbado trajando luto..
Me lembrooou Carliiitos..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog